2019-02-14
Rail Live 2019: Esperamos por si no stand 1!
Enquanto meio de transporte de pessoas, um comboio deve garantir a segurança de todos os seus utilizadores. Esta segurança passa, entre outras medidas, pela instalação de equipamentos de emergência e de luta contra incêndio. Mas para que estes equipamentos possam ser utilizados numa situação de emergência, deverão estar devidamente identificados.
2019-02-14
Rail Live 2019: Esperamos por si no stand 1!
Enquanto meio de transporte de pessoas, um comboio deve garantir a segurança de todos os seus utilizadores. Esta segurança passa, entre outras medidas, pela instalação de equipamentos de emergência e de luta contra incêndio. Mas para que estes equipamentos possam ser utilizados numa situação de emergência, deverão estar devidamente identificados.

É essa a função da sinalização de segurança fotoluminescente: passar aos utilizadores, mesmo numa situação de ausência de luz, uma mensagem imediata e inequívoca sobre a localização e utilização destes equipamentos.  A sinalização fotoluminescente é ainda da maior importância na marcação dos caminhos de evacuação.

É aqui que entram os sistemas de sinalização de segurança fotoluminescente Everlux!



Ciente de que os comboios têm requisitos muito próprios em termos de sinalização de segurança, a Everlux desenvolveu uma gama de produtos específica para este meio de transporte.

Mas desenvolver estes novos produtos não é suficiente, temos de mostrar os benefícios que eles trazem, quer aos responsáveis pela frota, quer aos utilizadores dos comboios... E que melhor forma de o fazer do que mostrar estes sistemas de sinalização em ação?

Aceite o nosso convite e junte-se a nós na Rail Live 2019. A equipa Everlux estará no Stand 1, pronta para o/a receber e discutir os requisitos de sinalização de segurança da sua frota. Venha dizer-nos olá e levantar uma cópia do catálogo de sinalização Everlux para os transportes públicos.

A Rail Live 2019 vai decorrer no Bilbao Exhibition Centre. A área de exposição estará aberta aos visitantes entre os dias 06 e 07 de março. O programa das conferências arranca um dia mais cedo, decorrendo de 05 a 07 de março.

O registo pode ser feito aqui.

Esperamos por si!

2018-10-18
O seu convite para a PROTEGER 2018 - 6ª Conferência de Segurança!
De 13 a 15 de novembro, estará de regresso o principal evento de segurança em Portugal: a PROTEGER 2018 - 6ª Conferência de Segurança.
2018-10-18
O seu convite para a PROTEGER 2018 - 6ª Conferência de Segurança!
De 13 a 15 de novembro, estará de regresso o principal evento de segurança em Portugal: a PROTEGER 2018 - 6ª Conferência de Segurança.

Serão três dias dedicados ao debate e à partilha de conhecimentos técnicos sobre as diversas vertentes da segurança de pessoas e de bens, incluindo: Segurança Contra Incêndio, Security, Segurança e Saúde no Trabalho, Trabalhos em Altura e Transporte de Mercadorias Perigosas.

A Sinalux não poderia deixar de se associar uma vez mais à PROTEGER. Afinal, falamos de um evento onde serão discutidos temas centrais para o setor e que inclui uma área de exposição de produtos e de soluções.

No stand da Sinalux poderá conhecer em primeira mão as mais recentes novidades em que temos vindo a trabalhar. Poderá ainda contactar com a vasta oferta de sinalização de segurança fotoluminescente Sinalux, nomeadamente:

  • SWGS – Safety Way Guidance System, incluindo sinalização de evacuação e localização dos meios de intervenção
  • Novo sistema de fixação para Tipos 3 - sinais suspensos no teto
  • Sinalux LLL – sinalização ao nível do solo
  • Excellence by Sinalux – sinalização para ambientes luxuosos
  • Sinalux AL – sinalização fotoluminescente para túneis

E, claro, terá a oportunidade de entrar no já icónico túnel de simulação Sinalux e ver os nossos produtos em ação!

Ficaremos muito honrados com a sua visita. Assim, e porque não queremos mesmo que falte, a Sinalux tem o prazer de lhe oferecer um convite de um dia! Solicite o seu convite, através do e-mail mkt@sinalux.pt, indicando:

  • Nome:
  • E-mail:
  • Telefone:
  • Função:
  • Empresa:
  • Área de atividade da empresa:
  • Dia em que pretende visitar:

Esperamos por si, de 13 a 15 de novembro, na Altice Arena – Sala Tejo!
2018-07-05
Novo sinal disponível
Desde 25 de junho, e de acordo com a Lei nº15/2018 de 27 de março, passou a ser permitida a permanência de animais de companhia em estabelecimentos comerciais. A permissão é válida apenas para espaços onde essa informação esteja afixada.

De acordo com o Artigo 132.º -A, alusivo à área destinada aos animais de companhia da lei supracitada, é referido o seguinte:

«1 — No caso de o estabelecimento conter dístico de admissão de animais de companhia, a entidade exploradora do estabelecimento pode permitir a permanência dos mesmos na totalidade da área destinada aos clientes ou apenas em zona parcial dessa área, com a correspondente sinalização.

2 — Os animais de companhia não podem circular livremente nos estabelecimentos, estando totalmente impedida a sua permanência nas zonas da área de serviço e junto aos locais onde estão expostos alimentos para venda.

3 — Os animais de companhia devem permanecer nos estabelecimentos com trela curta ou devidamente acondicionados, em função das características do animal.

4 — Pode ser recusado o acesso ou a permanência nos estabelecimentos aos animais de companhia que, pelas suas características, comportamento, eventual doença ou falta de higiene, perturbem o normal funcionamento do estabelecimento.»

A Sinalux desenvolveu um novo sinal adequado para a identificação destes espaços. Está disponível em vinil autoadesivo opaco, assim como em vinil transparente autoadesivo para vidros.




Pode encontrar estes novos sinais na página 129 do catálogo Sinalux online.

A nossa equipa de apoio ao cliente está, como sempre, à disposição para responder às suas questões sobre a sinalização adequada a estes ou outros locais.

2018-02-27
Novos Posicionadores
Os posicionadores Sinalux foram alvo de renovação, no que diz respeito aos elementos estruturais, assim como às cores disponíveis, de forma a dar resposta às necessidades do mercado e dos nossos clientes. Encontra agora um conjunto ainda mais alargado de soluções, adequadas aos vários tipos de extintores portáteis.
2018-02-27
Novos Posicionadores
Os posicionadores Sinalux foram alvo de renovação, no que diz respeito aos elementos estruturais, assim como às cores disponíveis, de forma a dar resposta às necessidades do mercado e dos nossos clientes. Encontra agora um conjunto ainda mais alargado de soluções, adequadas aos vários tipos de extintores portáteis.


Posicionador P1
     

 A sinalização do extintor passa a ser efetuada pelo sinal de extintor P0400 em 150x150mm, instalado a uma altura de 2,1m do solo, e pelo respetivo sinal de agente extintor, aplicado acima do suporte do mesmo.

• Este posicionador está disponível nas cores vermelha e branca.

• É fornecido com 3 tipos diferentes de suporte, o que permite ser utilizado com qualquer extintor portátil.





Posicionador P2

• A localização do sinal do agente extintor foi ajustada de forma a ocultar a união entre as duas peças.

• A base foi redesenhada com o objetivo de proporcionar uma maior estabilidade ao conjunto.

• Este posicionador está disponível na cor cinza (inox).

• É fornecido com 3 tipos diferentes de suporte, o que permite ser utilizado com qualquer extintor portátil.





Posicionador P3

• A base para a colocação do extintor e da cinta foi removida, desta forma, o posicionador P3 poderá ser utilizado também em qualquer tipo de extintor portátil.

• Este posicionador está disponível nas cores vermelha, preta e a cor branca foi substituída pela cinza (inox).

• É fornecido com 3 tipos diferentes de suporte, o que permite ser utilizado com qualquer extintor portátil.







Pode fazer o download da apresentação dos novos posicionadores 
aqui.
2018-01-03
O Incêndio na torre Grenfell que lições podemos aprender...
O terrível incêndio e as múltiplas mortes resultantes do fogo da Torre Grenfell resultaram inevitavelmente num inquérito generalizado sobre as circunstâncias que levaram ao fogo e, em particular, as características dos materiais de revestimento utilizados no edifício.
2018-01-03
O Incêndio na torre Grenfell que lições podemos aprender...
O Incêndio na torre Grenfell – que lições podemos aprender e como poderia um Sistema de Evacuação Fotoluminescente ter ajudado a salvar vidas? 

Adrian Iley, Diretor, Photoluminescent Safety Products Association.

O terrível incêndio e as múltiplas mortes resultantes do fogo da Torre Grenfell resultaram inevitavelmente num inquérito generalizado sobre as circunstâncias que levaram ao fogo e, em particular, as características dos materiais de revestimento utilizados no edifício. Este caso demonstrou que Grenfell é apenas um dos muitos exemplos em que uma combinação de pressão orçamental e fraca supervisão poderão ter permitido um facilitismo no que diz respeito à segurança de residentes em prédios semelhantes.

As entidades responsáveis ainda se encontram a analisar o caso, mas já é claro que a qualidade dos materiais de revestimento utilizados é apenas uma parte da história - havia claramente muitas outras áreas onde a segurança dos moradores estava comprometida. Em particular, a falta de qualquer tipo de sistema eficaz de sinalização das vias de evacuação que pudesse ajudar a evacuação em circunstâncias tão perigosas; como por exemplo, escadas com uma grande concentração de fumo.

 
A reportagem no Sunday Times (25 de junho) afirmou que 
"A escada do edifício Grenfell deveria ter assegurado uma evacuação segura e sem perigosidade; em vez disso, e à medida que as poeiras tóxicas alastravam pelo prédio, esta transformou-se num túnel vertical de fumo. Um bombeiro carregando bastante peso a tentar chegar aos andares superiores e os moradores desesperados por fugir para baixo foram deixados numa escuridão asfixiosa e com um cenário angustiante de desespero e pânico ... o fumo tornava-se mais espesso a cada andar que subíamos... no nono andar perdemos toda a visibilidade e o calor continuava a subir ... "Foi horrível”, disse um bombeiro. "Não conseguias ver tua mão à frente do rosto”.

É claro que não devemos esquecer que houve outros fatores que provavelmente também contribuíram para o número de mortos; especialmente o procedimento do "stay put” (que indica que apenas os moradores do apartamento onde surge o incêndio devem abandonar o edifício) que está agora em análise e eventual revisão geral. No entanto, a evacuação segura de pessoas em condições de fumo por uma escada e longe do perigo é certamente uma área que deve ser revista à luz desta tragédia. Infelizmente somente aquando da ocorrência de tais tragédias, os Governos e Autoridades consideram e implementam leis e regulamentos para a melhoria da salvaguarda da vida humana e segurança dos cidadãos.



Eu não vi o sistema de evacuação de emergência na Torre Grenfell, mas, ao olhar para o comentário da BBC num bloco de torres similar na vizinhança, não parece haver nenhuma marcação ou sinalização efetiva de evacuação nas escadas. No entanto, se assumimos, no mínimo, que havia sinalização elétrica montada por cima das principais portas de saída de emergência combinadas com instruções de segurança em cada andar, isso não foi claramente suficiente para ajudar as pessoas nessas condições extremas.

A PSPA - The Photoluminescent Safety Products Association é uma Associação que representa a voz de empresas de todo o mundo que promovem o uso de materiais fotoluminescentes (incorporados em tintas, plásticos e produtos impressos). Estes absorvem energia UV, que armazenam e depois libertam-na sob a forma de luz visível para muitas aplicações de segurança. O grande benefício dos Sistemas de Segurança Fotoluminescentes é que, no caso de uma falha total de energia, eles fornecem luz suficiente para indicar as direções de uma via de Evacuação.

Existe um estudo interessante feito pela Universidade de Ilmenau, na Alemanha, em 2003, onde os Sistemas Fotoluminescentes de Sinalização e Iluminação ao nível do solo foram comparados com os sistemas de evacuação elétrica em condições de fumo (típico de uma situação de emergência). O estudo concluiu que as linhas contínuas de iluminação e marcação instaladas a um nível baixo (1 cm acima do pavimento) foram muito mais efetivas como sistema de marcação de vias de evacuação que fontes elétricas de alto brilho montadas a um nível superior onde o fumo poderia afetar a sua visualização e causar desorientação devido a efeitos de dispersão da luz.
Houve dois estudos subsequentes realizados em 2007 e 2008 pelo Conselho Nacional de Pesquisa no Canadá (NRC) onde diferentes layouts de sistemas de evacuação fotoluminescente foram testados em quatro caixas de escada para estabelecer qual o mais eficaz para a evacuação de pessoas em situações de emergência. Estes estudos demonstraram claramente que um sistema de sinalização e marcação fotoluminescente, relativamente simples e económico, pode ajudar significativamente a rápida evacuação dos edifícios.

Os eventos de 11 de Setembro de 2001 em Nova Iorque e o subsequente apagão em 2003 levaram à implementação, a 31 de maio de 2005, do regulamento "Local Law 26”. Este regulamento prescreve instalação de Sistemas Fotoluminescentes ao nível do solo em todas as escadas de edifícios de grande altura na cidade de Nova Iorque. A eficácia destes sistemas já foi comprovada em 2001 quando permitiu que algumas pessoas evacuassem as Torres Gêmeas numa situação de falha total de energia e com fumo quando, de outra forma, poderiam ter morrido.

Na ISO16069, existe uma norma muito clara para o uso de Sistemas de Sinalização de Segurança Fotoluminescentes em edifícios que é totalmente apropriado para aplicação em edifícios de grande altura, como a torre Grenfell, a um custo razoável e com um mínimo de transtorno para os moradores.

Existem hoje inúmeras outras aplicações de Sistemas de Sinalização Fotoluminescentes  usados regularmente. São bons exemplos as áreas de transportes públicos: aeronaves de passageiros, navios de cruzeiro, vias férreas e túneis rodoviários, estações de metro, etc. Os Sistemas de Sinalização Fotoluminescentes estão bem testados e sendo que são instalados por empresas cujo produto cumpre os requisitos de desempenho mínimos exigidos para a sua aplicação, eles devem ser seriamente considerados como um sistema normalizado de backup para a iluminação de emergência elétrica usualmente prescrita. Certamente que proporcionarão uma eficiente evacuação, mesmo em condições de fumo para os utilizadores de edifícios, sejam eles de grande altura ou não.




AGI© July.2017
References: www.pspa.org.uk; www-lit.maschinenbau.tu-ilmenau.de; NRC IRC-IR-T14 ; NRCC-51157 ; Local Law 26 New York Code ; ISO16069
next page